Homem morre após queda no TUA

Celestino Branco Cardoso morreu, na terça-feira, depois de ter sofrido um acidente nos Transportes Urbanos de Almeirim, conhecido também como TUA. O acidente terá acontecido no passado dia 21 de julho.

Segundo relato de uma pessoa próximo da vítima, Celestino Branco, com 79 anos, seguia no TUA e levantou-se para dar o lugar a uma senhora. Já que Celestino se encontrava em pé, o motorista do TUA pediu-lhe para ir buscar algo que estava numa lancheira no fundo do autocarro. Enquanto Celestino se deslocava, o motorista da viatura arrancou provocando a queda do homem. O motorista socorreu a vítima, sentou-o no banco e foi deixa-lo a casa.

Ainda segundo a mesma fonte, quando chegou a casa, o motorista terá dito à vítima que se fosse ao hospital que informasse que a queda foi em casa e não no autocarro. O estado de saúde da vítima piorou e foi encaminhado pela família ao hospital onde viria a falecer.

O TUA é um serviço contratado pela Câmara Municipal de Almeirim à empresa UTS Viagens e Serviços que está a acompanhar a situação.

Em declarações ao nosso jornal, a empresa explicou que aconteceu um acidente mas está registado que o motorista terá dito ao senhor que podia chamar o INEM, mas que o homem disse que não precisava e que o deixasse em casa, tal como aconteceu.

A empresa, sabe o nosso jornal, tem seguro no valor de 50 milhões de euros.

O corpo de Celestino Branco Cardoso chega à Casa Mortuária de Almeirim esta sexta-feira pelas 16h e o funeral é sábado, às 10h, no cemitério de Almeirim.

.