Falta de água em Almeirim: Abastecimento na cidade reposto gradualmente. Na Tapada a situação estabiliza durante a noite

A Águas do Ribatejo informa que já concluiu a reparação da junta na conduta distribuidora que rebentou no depósito elevado de Almeirim. O reservatório está a encher e já está a abastecer uma parte significativa dos consumidores.

O rebentamento surgiu na sequência do processo de enchimento da rede de abastecimento e a reparação obrigou à interrupção do processo de reposição integral da água.

O abastecimento será normalizado gradualmente ao longo do dia na cidade de Almeirim e na Tapada estima-se que, devido aos consumos previstos por via das descargas e da utilização por parte dos consumidores, a situação só estabilize durante a noite.

A Águas do Ribatejo informa ainda que foi possível encher os reservatórios durante a noite desta segunda-feira, dia 7 de agosto, tendo o abastecimento sido gradualmente restabelecido.

Ao longo da noite e madrugada foram efetuadas várias descargas na rede de distribuição, de forma a eliminar as “areias” existentes nas condutas. “As operações de descarga irão continuar sempre que necessário até o abastecimento estar normalizado”, informa a empresa.

O corte no abastecimento de água em Almeirim acabou por afetar perto de 14 mil pessoas.

A AR lembra que consumo de água da rede só deve ser efetuado quando a água se apresentar transparente e deve evitar o uso de máquinas de lavar e outros equipamentos que utilizem água da rede. 

Neste momento a empresa Águas do Ribatejo ainda não sabe quando é possível prever a normalidade no abastecimento.

No comunicado enviado às redações a AR pede “desculpas pelo incómodo causado a todos os clientes por esta situação que resulta de causas imprevistas”.

.