Abastecimento de água já está normalizado em Almeirim e Tapada

O abastecimento de água aos clientes da zona de abastecimento de Almeirim e Tapada foi restabelecido na tarde de terça-feira, 8 de agosto, informa a Águas do Ribatejo (AR).

Durante a noite e madrugada, de terça para quarta-feira, verificaram-se algumas situações de falta de pressão em prédios de dois ou mais pisos e turvação em algumas zonas da rede, anomalias que foram corrigidas gradualmente.

Neste momento existem apenas situações pontuais que estão a ser resolvidas no mais curto espaço temporal possível. A AR vai continuar o processo de descargas na rede e irá manter a monitorização de todo o sistema.

A empresa esclarece que quando a água se apresentar transparente pode ser consumida sem reservas e utilizada nas máquinas e equipamentos. No caso de se apresentar com turvação deve evitar o consumo e informar a AR pelos meios disponibilizados.

Recorde-se que na noite de domingo, 6 de agosto, verificou-se o colapso de um dos furos na Central de Águas de Almeirim por motivo do abaixamento dos níveis de água no subsolo. Esta avaria permitiu a entrada de quantidades significativas de areia nas condutas e reservatórios.

Foi necessário proceder ao esvaziamento total dos reservatórios para limpeza e higienização e foi feito idêntico procedimentos em toda a rede com mais de uma dezena de quilómetros de condutas.

A operação delicada e  exigente, dada a extensão da rede, foi dificultada pelo rebentamento de uma junta na conduta distribuidora no reservatório elevado de Almeirim na madrugada de terça-feira, cerca das 3h00. Devido a esta avaria foi necessário suspender de novo o abastecimento. A AR procedeu à reparação e foi possível repor o abastecimento gradualmente ao longo do dia de terça-feira, dia 8 de agosto.

A AR informa ainda que está a analisar o enquadramento legal para poder compensar os clientes pelos eventuais prejuízos causados por esta situação que lamentamos, mas que resulta de causa imprevista.

A empresa intermunicipal deixa uma palavra de agradecimento a todos os envolvidos neste processo, em especial à Câmara Municipal de Almeirim que acompanhou a situação desde o primeiro momento articulando com a AR as melhores soluções.

.