TTFS (Turismo, Turistas, Férias, Segurança)…

A sigla TTFS (a sigla “TTFS” tem como significado “turismo, turistas, férias e segurança”) é um tema que potencializa o nosso País desde há um par de anos como NUNCA.

Nos últimos anos, temos assistido a um crescimento exponencial do TURISMO em Portugal, que resulta “a bem da verdade” de condições únicas que o nosso País possui. Temos um conjunto de condições que nos potencializam no MUNDO e que estamos a “trabalhar” na última década, de modo a alavancar a nossa economia. Todos se recordam, com certeza, do ALLGARVE que se iniciou em 2007 com o tema “Experiências que marcam” e que findou em 2012. Na altura causou muita polémica pela palavra escolhida, mas é certo que foi um sucesso em termos de disseminação da palavra ALLGARVE pelo MUNDO. Houve um investimento público considerável mas que teve um retorno em termos de reconhecimento impagável. Foi o mote de saída …

Desde então, o TURISMO cresceu como NUNCA em Portugal e tem sido na última década um suporte de sustentabilidade significativo da economia portuguesa. Claro que o CLIMA (condições climatéricas fantásticas durante quase todo o ano), os DESPORTOS (campos de golf excelentes, praias com condições únicas para a prática de surf, organização de eventos desportivos de grande dimensão em todos os escalões, entre muitas outras situações), a GASTRONOMIA (temos divulgado a nossa gastronomia como nunca e a restauração e hotelaria têm tido um papel fundamental), a CULTURA (cidades com património cultural têm trabalhado de forma ímpar de modo a potencializarem a nossa história com eventos culturais que alcancem o maior números de gostos possíveis), os FESTIVAIS DE MÚSICA (trazem a Portugal milhares de turistas todos os anos, geram receitas astronómicas mas cumulativamente fazem “funcionar” a nossa economia envolvente aos festivais) e existiriam muitos mais fatores a referir …

PORTUGAL deixou, desde há muito, de ser o PAÍS onde o turismo se resumia a PRAIA e passou a ser uma POTÊNCIA MUNDIAL em termos de TURISMO GLOBAL …

Na última década, com a instabilidade gerada pelas primaveras árabes e o medo dos atentados terroristas, milhões de pessoas reequacionaram os seus destinos de férias e PORTUGAL entrou, de uma forma única, no UNIVERSO do TURISMO para TURISTAS de FÉRIAS e em SEGURANÇA (TTFS).

O “TURISMO DE PORTUGAL” deixou de patrocinar eventos de grande dimensão realizados em PORTUGAL, numa APOSTA clara pelo MARKETING DIGITAL (Facebook e Instagram). Não nos podemos esquecer que é através da internet que se escolhem os destinos de férias, se compram voos e marcam hotéis, sem intermediários e à medida dos interesses de cada um, mas a verdade é que nenhum outro PAÍS o tinha feito antes. As experiências dos turistas que visitam PORTUGAL, partilhadas em TEMPO REAL nas REDES SOCIAIS, contribuem para a divulgação do destino de uma forma ímpar. PORTUGAL nunca poderá viver somente do TURISMO porque a “bola de neve” poderá crescer demasiado e, consequentemente, provocar uma avalanche que faça desmoronar toda a montanha.

Mas o TURISMO poderá ser um aliado único no desenvolvimento de outras áreas económicas de PORTUGAL … Resta-nos todos juntos trabalhar para tal …

 

Vasco Carvalho – Professor

.