Desavenças leva a crime

Um empresário morreu esta terça-feira, dia 26 de dezembro, depois de um conflito familiar. Ao que revela a imprensa nacional e a Rede Regional, o empresário assassinou a mulher a tiro e suicidou-se de seguida numa empresa de transportes em Salvaterra de Magos, ao início da tarde.

O homem,  filho do antigo proprietário de uma grande empresa no ramo das limpezas, chegou a estar muito próximo da equipa de futebol do U. Almeirim no inicio do ano 2000, quando a empresa patrocinava o clube unionista.

No local estiveram os bombeiros de Samora Correia e de Salvaterra de Magos e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação do hospital de Santarém. Foi também enviada uma equipa de psicólogos do INEM.

Fonte da Polícia Judiciária disse à Lusa que “foi dado conhecimento de duas mortes, com arma de fogo” e que na empresa onde a mulher trabalhava, na Estrada Nacional 118, em Salvaterra de Magos, no distrito de Santarém”.

De acordo com a GNR de Santarém, “há suspeitas de que possa tratar-se de um homicídio seguido de suicídio, mas só a investigação permitirá confirmar”. Ainda segundo a GNR, que montou um perímetro de segurança no local, “a vítima do sexo feminino tinha 45 anos”.

Fonte do CDOS (Comando Distrital de Operações) de Santarém disse à Lusa que o alerta foi dado às 13:27, tendo os bombeiros encontrado no local “duas vítimas mortais” e “os psicólogos do INEM prestado auxílio psicológico a um trabalhador”.

Segundo a mesma fonte, no local estiveram 10 operacionais apoiados por cinco viaturas, entre elementos dos bombeiros de Salvaterra de Magos e de Samora Correia, a GNR e Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santarém.

(em atualização)

.