Organizar o desporto à volta da marca Almeirim

O Município de Almeirim traçou um caminho desde há vários anos atrás que, olhando agora com alguma distância temporal, promoveu da forma mais eficaz o desporto num concelho como o nosso e numa época onde o ser sedentário é o mais fácil e apelativo para os jovens.

A construção de infraestruturas que promovessem a prática desportiva por parte dos jovens e menos jovens em todo o concelho (Desporto 1.0), seguido da conquista de resultados desportivos e de relevo, bem como da organização de eventos desportivos de âmbito regional, nacional ou internacional (Desporto 2.0) são as duas fases que estão já concluídas no projeto que é o Almeirim Desporto.

Está agora na hora de olhar em frente. De organizar e tornar coerente o desporto à volta da marca Almeirim, tal como defendi já em ocasiões anteriores, colocando à disposição dos clubes e associações do concelho mecanismos e recursos que possam valorizar ainda mais o papel dos nossos desportistas e de forma involuntária contribuir para a captação de ainda mais.

Pode (e deve) o Município de Almeirim valorizar a marca do concelho, por exemplo, nos equipamentos dos clubes (em todos os que recebam verbas municipais), pode (e deve) o Município de Almeirim disponibilizar recursos técnicos e humanos gratuitos para a captação de imagens e vídeos dos eventos no concelho (um serviço que por norma é caro mas muito importante), pode (e deve) o Município de Almeirim valorizar anualmente todos os campeões nacionais, presenças em primeiras divisões nacionais e pódio internacionais, numa jornada regular de valorização do Almeirim Desporto.

Estas são algumas das várias ideias que se podem implementar, quer por via municipal, quer por via de uma organização intermédia que procure a união entre os clubes do concelho para a valorização da marca Almeirim e para a valorização dos nossos desportistas (que continuam a dar cartas pelo país e pelo mundo inteiro). Este é o caminho para um Almeirim Desporto 3.0.

.