Caixa Geral de Depósitos de Alpiarça em risco de fecho. Clientes devem passar para Almeirim

Os clientes da Caixa Geral de Depósitos de Alpiarça que têm aplicações e outros produtos financeiros estão a ser informados pelo seu banco que doravante passarão a tratar destes assuntos na sucursal da CGD de Almeirim.

A vereação PS fez o alerta na reunião de Câmara de ontem e lembrou que, tal como aconteceu com os CTT quando uma papelaria assumiu os serviços postais, os “sinais” de alerta são evidentes. Para Sónia Sanfona, vereadora socialista, Alpiarça não pode ver desaparecer mais um serviço público do concelho que pode por em causa o plano de desenvolvimento económico local.

Já algum tempo atrás que a população de Alpiarça mostrava preocupação pelo facto de haver redução do número de funcionários neste Banco que ocupa um espaço vasto na Praça José Pinhão.

Paulo Macedo, ao explicar aos deputados na Assembleia da República o plano de reestruturação do Banco referiu a redução prevista de 170 agências e de 2.200 pessoas, bem como um corte de 100 milhões de euros nos custos. Para o administrador da CGD a liderança da Caixa na banca nacional “não passa por ter mais balcões e pessoas que os clientes dizem que não querem pagar”.

Resta aguardar o resultado do contacto que a autarquia de Alpiarça vai pedir à administração do Banco público.

.