Não há soluções, há caminhos: 30 de abril

“Deixa que os mortos enterrem os seus mortos!” Esta frase de Cristo é, no mínimo, paradoxal. Mas é também sugestiva.

E significa: “Deixa cair o que não interessa, não te percas com o que já passou; olha em frente, o que deve contar é o que é construtivo.” A quantas coisas sem futuro, que só deixam tristeza e cansaço, me dedico? Dediquemo-nos ao que é vivo! Deve ser esta a nossa palavra de ordem.

Vasco P. Magalhães, sj

.