Bombeiros Voluntários de Almeirim comemoram 69 anos de existência

Os Bombeiros Voluntários de Almeirim comemoram esta quarta-feira, 6 de junho, 69 anos de existência.

A corporação foi fundada em 1949 mas desde 1946 que havia intenção de se criar a Associação.

Conheça no texto abaixo de Ulisses Pina Ferreira como foi formada a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Almeirim.

“O desejo de uma corporação de bombeiros em Almeirim era o sonho dos almeirinenses. Quando havia fogo ou outro sinistro eram os Bombeiros de Santarém que vinham acudir a Almeirim. Houve várias tentativas para a constituição de um Corpo de Bombeiros em Almeirim mas nenhuma se concretizou.

Em 1946, uma comissão de que faziam parte os senhores Tenente Francisco de Freitas Moura, Luis Vasconcelos Dias e Deodato da Mota Cerveira, tentam organizar uma corporação de bombeiros e mais uma vez, sem que o tivessem conseguido.

Em 1947, há uma reunião realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, entre a Comissão Pró-Bombeiro e as forças vivas da terra, para se proceder á organização e formalização de uma Associação de Bombeiros. Nessa reunião foi constituída uma comissão com todos os poderes para se proceder à constituição de uma Associação de Bombeiros Voluntários de Almeirim.

A comissão tratou, imediatamente, da angariação de sócios, elaboração dos estatutos  e regulamento interno e inscrição de bombeiros para formação do seu corpo activo.

Numa segunda reunião no salão da Câmara Municipal, a comissão foi, por unanimidade transformada em direcção, que ficou assim constituída: Presidente da Direcção, Adelino Novais Branco; Vice-Presidente, Francisco de Freitas Moura; Primeiro-Secretário, Rogério Mota Sayanda; Segundo Secretário, Ulisses Pina Ferreira: Tesoureiro, Luis Vasconcelos Dias: Vogais, Deodato da Mota Cerveira e Diamantino Pereira de Almeida.

No ano de 1949, mais precisamente no dia 6 de Junho, nascia legalmente a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almeirim com a entrada em vigor dos Estatutos.

Para Primeiro Comandante da corporação foi convidado o senhor Manuel dos Santos, na altura ajudante do cartório Notarial de Almeirim e para Segundo Comandante, o senhor João José Serranho Pires.

A instrução ao Corpo Activo foi dada graciosamente pelo senhor Quintino Duarte, Segundo Comandante dos Bombeiros Voluntários de Santarém.

O quartel dos Bombeiros foi instalado na antiga Central Eléctrica de Almeirim, cedido pela Câmara Municipal e onde actualmente existe o Posto de Turismo.

É justo salientar o trabalho de recuperação do edifício pelos jovens bombeiros que na altura faziam parte da corporação e que, depois de um dia de trabalho na vida profissional, vinham trabalhar durante a noite nas obras do quartel.

A semente estava lançada e, desta vez, para germinar com êxito era necessário fazer outros serviços, e o segundo acto e arranque, propriamente dito, da formação do Corpo de Bombeiros foi a aquisição de um chassis para carroçar em pronto-socorro.

Equipado o pronto-socorro, adquiridos os fardamentos e com o fim das obras no quartel, era altura de pensar na inauguração, para que de facto, Almeirim se orgulhasse da sua Corporação. Tinha chegado finalmente o momento da inauguração que ocorreu a 3 de Junho de 1951.”

(in Foi isto Almeirim, 2004, Ulisses Pina Ferreira)

 

.