Não há soluções, há caminhos: 21 junho

Sabemos que um dia teremos de dar contas da nossa vida. E Deus queira que nos apresentemos com um currículo limpo de malfeitorias! Mas o mais importante é ver, cada dia, se tenho vontade de ajudar os outros e se faço alguma coisa nesse sentido. Caso contrário, mais vale rever tudo o que ando a fazer. E é aquilo que nos pode garantir “uma folha limpa”, porque ninguém é impecável.

Vasco P. Magalhães, sj

.