Não há soluções, há caminhos: 30 junho

Rotular os outros é prendê-los a uma ideia feita e, desse modo, limitá-los. Rotular-se a si próprio é paralisar-se. “Se estou assim classificado, nada mais posso fazer nem esperar”, pensamos. Ora a vida está sempre a desmentir esta tentação. Ninguém está classificado, e limitado por isso, de uma vez por todas! Todos podemos crescer e melhorar. As vidas arrumadas e classificadas de vez não fazem uma ordem, fazem um cemitério. E é preferível sermos factor de promoção do que de destruição.

Vasco P. Magalhães, sj

.