Entrega de vouchers dos manuais escolares atrasada nas escolas de Almeirim

Os agrupamentos de escolas do concelho de Almeirim, à imagem das outras escolas do país, estão com atrasos na entrega dos vouchers dos manuais escolares gratuitos.

Motivos burocráticos estão na origem do atraso na entrega dos livros e a obrigar as escolas a ligar para encarregados de educação. Segundo apurou O Almeirinense os agrupamentos do concelho estão a confirmar a situação de cada aluno e a tentar resolver a situação o mais rapidamente possível.

Esta situação envolve cerca de 500 alunos do agrupamento de escolas de Fazendas de Almeirim e cerca de 1000 alunos no agrupamento de escolas de Almeirim.

O governo lançou no início de agosto a plataforma “MEGA – Manuais Escolares Gratuitos” para Famílias, Escolas e Livreiros para a aquisição (e disponibilização) dos livros que o Ministério da Educação disponibiliza gratuitamente a todos os cerca de 500 mil alunos, do 1.º ao 6.º anos, que frequentam estabelecimentos de ensino da rede pública.

Segundo o JN, desde o passado dia 1 de agosto, as escolas portuguesas têm estado a contactar milhares de pais para confirmar o número de contribuinte na plataforma MEGA, cuja inscrição é obrigatória para obter os vouchers dos livros gratuitos e para haver a dupla confirmação necessária dos números de contribuintes dos encarregados de educação.

De acordo com dados do Ministério da Educação, 335 mil alunos já estão inscritos na plataforma Mega – 67% dos estudantes abrangidos – e já há vouchers a serem usados nas livrarias. “A plataforma Mega está a funcionar como previsto”, assevera a tutela, nos dez dias de funcionamento do mecanismo.

No concelho de Almeirim, os livros poderão ser levantados, com o voucher, nas livrarias aderentes: Livraria “As Cortes” e Papelaria “Titi”.

.