Não há soluções, há caminhos: 5 setembro

Não podemos julgar ninguém. Quem somos nós? Mas se não podemos julgar as pessoas, podemos julgar os actos. A pessoa, mesmo a que procede mal, merece sempre a oportunidade de recomeçar. No maior pecador está um santo em potência. Nunca devemos confundir uma pessoa com os seus actos.

Vasco P. Magalhães, sj

.