Não há soluções, há caminhos: 7 setembro

Quem vê caras, vê corações. Claro, não se pode julgar a pessoa pela aparência: há tantos enganos e formas de enganar! Mas a verdade é que a cara, o gesto, a atitude de proximidade ou de distância, de interesse ou de aborrecimento, manifesta o que vai lá dentro. Há quem saiba fazer um bocadinho de teatro, mas logo acaba por se desmascarar. A vida desmascara-nos. Mais vale ter e cultivar um bom coração.

Vasco P. Magalhães, sj

.