Não há soluções, há caminhos: 5 outubro

Há muita gente que foge das responsabilidades. Quando alguém não quer admitir as suas faltas, os seus fracassos, a tentação é começar a procurar um culpado. Há quem fique neurótico sempre a ver culpas em mais alguém. Quando algo me corre mal, penso como corrigir ou em ver de quem é a culpa? De nada vale arranjar um culpado, se não me decido a mudar de vida!

Vasco P. Magalhães, sj

.