Não há soluções, há caminhos : 20 dezembro

É tempo de luzes, de corridas nas lojas e de prendas. Que qualidade de vida é esta? Dar presentes ou ser presente? Não valeria mais a pena estar presente, dar atenção, dar tempo, dar ouvidos, dar oportunidades, dar-se? Vamos dar a nós mesmos um espaço para reflectirmos e para nos alegrarmos? Ou vamos ter mais um Natal de consumo, sem sumo nenhum?
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS

.