Uma vida inteira a construir um presépio

TRADIÇÃO Fernando Silva mantém a tradição familiar e todos os anos envolve a mulher e a filha na “construção” do presépio.

Fernando Silva monta todos os anos um presépio seguindo uma tradição de muitos anos, que começou era ainda criança.
“A tradição da montagem do presépio cá em casa vai sendo um hábito que já vem de há longo tempo, ou seja, desde muito novo, talvez dos meus seis ou sete anos, porque sendo eu descendente de uma família católica da qual fazemos parte oito irmãos, fazia todo o sentido a construção do mesmo, pelo que tivemos sempre muito gosto em fazê-lo. Fosse ele maior ou mais pequeno, todos colaboravam de uma forma ou outra para atingirmos o nosso objetivo.”, explica.
“Em relação às peças para a construção, eram adquiridas, na altura, numa
banca de vendas instalada no Mercado Municipal de Almeirim, algum tempo antes da época festiva. Eram peças relativamente pequenas mas os meus pais colaboravam monetariamente a fim de podermos adquiri-las”, revela Fernando Silva.






A tradição veio do lado da família de Fernando, mas quando constituiu família ganhou mais apoiantes: “Após o meu casamento, sempre continuei com a construção do presépio, e a minha esposa sempre colabora e vai dando também a sua opinião para alguns pormenores em relação à montagem, a minha filha mesmo não colaborando na totalidade da
construção sempre vai dando uma mãozinha e está constantemente a incentivar-me para a montagem do presépio. Nesta última década, houve apenas um ano em que não fiz o presépio, por ter ocorrido o falecimento de um ente querido”, destaca.
Fernando, homem do som e da música, sublinha também que “o meu presépio não teve sempre a mesma dimensão, de início adquiri apenas as peças principais que se montam e simbolicamente marcam esta data festiva “O NATAL”.
Depois, com o passar dos anos, “eu próprio tenho construído a maior parte das peças que fazem parte do meu presépio. As pessoas que vão passando pela rua têm por hábito parar e apreciar a obra, aproveitando para expressar a sua opinião que, em meu entender, tem sido sempre muito favorável e a qual agradeço, desejando a todos um Bom Natal”,
conclui.
Presépio designa o local onde se recolhe o gado ou o estábulo. O presépio, todavia, é também uma referência cristã que remete para o nascimento de Jesus em Belém, na companhia de São José e da Virgem Maria. Conta a Bíblia, no livro de Lucas 2,1-7, que, por motivo de recenseamento de toda a Galileia, São José e a Virgem Maria foram para as imediações da Judeia, na cidade de David, chamada de Belém.
De acordo com a mesma fonte, após o nascimento, Jesus foi envolto em panos e deitado numa manjedoura destinada à alimentação de animais, pois não havia lugar para eles na estalagem, e foi visitado, após o nascimento, por pastores da região avisados por um anjo, de acordo
com o livro de Lucas 2,10-16, e, uns dois anos mais tarde, não na manjedoura, mas na casa de Jesus, por Três Reis Magos vindos do oriente, guiados por uma estrela, os quais ofereceram ouro, incenso e mirra à criança, de acordo com o livro de Mateus 2,1-12.
Segundo a Bíblia, no livro de Mateus 2,13-18, estes acontecimentos ocorreram no tempo do Rei Herodes, que teria mandado matar todas as crianças de dois anos para baixo, por medo de perder o seu trono para o futuro rei dos judeus.

.