Não há soluções, há caminhos : 19 janeiro

Quem é o meu próximo? Será esta criança aflita, aquele mendigo da rua, ou o familiar desorientado… Todos estes podem ser próximos fisicamente, mas ser próximo é outra coisa: é ser capaz de se aproximar do outro. O meu próximo é aquele de quem me aproximo! E eu faço-me próximo dele compreendendo-o e podendo, assim, ajudá-lo. Se não me aproximo, não há próximo.
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS

.