Rancho Folclórico de Almeirim comemora 63 anos de vida ininterrupta

O Rancho Folclórico de Almeirim comemorou este domingo, 24 de fevereiro, 63 anos de vida ininterrupta sempre na defesa das tradições de Almeirim. A direção da coletividade agradece, na sua pagina da rede social Facebook, “a todos que ao longo destes anos” os “acompanharam nesta tarefa”.

Partida em 1963, para uma digressão em Espanha, França, Suíça e Itália.

No mesmo comunicado o rancho refere que “sempre vendemos ao longo destes anos a nossa terra, a simpatia da sua população, a sua Sopa da Pedra, o seu melão e os seus vinhos. Sempre fizemos isto com o intuito de defesa da nossa terra, da nossa cidade, do nosso Ribatejo”, lê-se na mensagem.

Em 1963, em Brive-La-Gaillard, França.

A  fundação deste Rancho Folclórico deve-se à iniciativa de António Andrade Baptista (Panéu), José Augusto Vermelho, Joaquim Soares da Graça, Augusto do Carmo Ribeiro e António Nunes do Carmo Cláudio.

O grupo já percorreu e atuou em locais de norte a sul do país e conta com várias presenças no estrangeiro, em países como Espanha, Angola, França, Itália, Suíça, São Tomé, Macau entre outros.

.