Sino das Escolas Velhas começa a tocar em abril

O relógio e o sino das Escolas Velhas, atual Centro de Interpretação Histórica de Almeirim, estão neste momento a ser reparados e segundo informação camarária estarão a funcionar em meados de abril.

“Com esta intervenção damos mais um passo na requalificação de um edifício histórico. O objetivo é que no final o relógio funcione. Em relação ao toque teremos de ver as horas e se é possível apenas de dia. Por questões de ruído”, revela Pedro Ribeiro.

O conjunto edificado que sofreu obras de recuperação é constituído pela Igreja do Divino Espírito Santo e pelo Edifício Escolar do tempo da 1.ª República. A Igreja será de construção datada de XVI/XVII. O Edifício Escolar contíguo começou a ser construído em 1915.

A Igreja do Divino Espírito Santo pertenceu à Irmandade do Divino Espírito Santo de Almeirim. Esta, no ano de 1775, não estava em condições de cumprir os legados que lhe tinham feito, pelo que fez entrega dos seus bens à Ordem Terceira da Penitência de S. Francisco. Esta Ordem foi criada em Almeirim por um Breve do Papa Benedito XIV, nos anos 40 do século XVIII.A Ordem Terceira administrou os bens recebidos até ao ano de 1824. Neste ano deixou de funcionar e passou os mesmos bens e encargos para a Irmandade do Divino Espírito Santo, reconstituída nesse ano por ação do Prior de Almeirim José António de Oliveira Barreto. É então instalado o primeiro relógio na torre, como refere o referido prior nas suas alegações de defesa, no ano de 1836. A instalação terá ocorrido, provavelmente, no ano de 1831.

.