Problemas na distribuição de correio vão aumentar

Os carteiros do Centro de Distribuição Postal de Santarém decidiram que, face à falta de respostas e autoritarismo da administração dos CTT para com a sua luta, vão prolongar a greve.

A greve a decorrer até ao dia 30 de março e vai prolongar-se, agora, até dia 12 de abril às duas primeiras horas de serviço diário.

Para além do descontentamento já existente com a falta de condições de trabalho e com as dimensões dos “giros” de distribuição que chegam a alcançar 120 kms diários, os trabalhadores queixam-se de intimidações e de proibição de estacionamento das viaturas no parque da empresa durante o período de greve.

A USS/CGTP-IN solidariza-se com os carteiros em greve e incentiva e incentiva que se mantenham unidos pois a gravidade dos problemas e a falta de qualidade do serviço prestado a que a administração está a conduzir, precisa de ser combatida não só pela qualidade do emprego mas também em defesa do serviço universal de distribuição postal.

.