Não há soluções, há caminhos: 29 de abril

Neste nosso mundo cada um vive com as suas máscaras, de vez em quando tira uma para pôr outra. Vive-se não a pessoa mas a personagem. Vivemos a tentar passar sucessivas máscaras, é um jogo em que entra sobretudo o medo e insegurança. No fundo sabemos que a nossa melhor cara é a que fica depois de tirar a máscara! Uma coisa é necessária: sentir-se aceite. Aceitar outra pessoa é agir de tal maneira que essa pessoa possa ser ela diante de mim, sem ter necessidade de se defender ou mascarar.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.