Não há soluções, há caminhos: 25 outubro

Aprender a fazer-se pequenino para receber. Por isto ser fundamental é que Jesus fala tanto de cada um se fazer a si mesmo o último como uma forma de amor. Às vezes há ainda mais amor em ser capaz de receber do que em dar. Os pobres, às vezes, preferiam que recebêssemos deles o que eles têm para nos dar do seu tempo, das suas preocupações, da sua inquietação, mas também as suas esperanças. Os poderosos facilmente perdem a esperança.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.