Na frente

Estamos em Abril de 2020, em pleno Estado de Emergência decretado na sequência da Pandemia da Covid 19. O meu objetivo não era escrever sobre a Covid 19, mas senti-me na obrigação de o fazer, não pela doença em si, porque não tenho conhecimentos para tal, mas por ter um imenso orgulho e confiança no nosso Sistema Nacional de Saúde, em especial, nos profissionais que fazem parte dele.

O Sistema Nacional de Saúde foi criado pela Lei nº 56/1979 de 15 de setembro, que institui que é através do SNS que o Estado assegura o direito à proteção da saúde e que o seu acesso é garantido a todos os cidadãos, independentemente da sua condição económica e social. Para cumprir este objetivo, existem os agrupamentos de centros de saúde, os hospitais e as unidades locais de saúde, nos quais encontramos dos melhores profissionais de saúde do mundo. A Sofia, a Ana, a Sandra, o Paulo, a Elsa, o Tó, a Alzira, o Rui, são os nomes de alguns enfermeiros do Centro de Saúde de Almeirim e do Hospital Distrital de Santarém, são os nomes daqueles que diariamente têm como objetivo proteger a saúde e salvar vidas, são os nomes daqueles que correm neste momento o maior risco de contaminação, são os nomes daqueles que deixam as suas famílias para as proteger, são os nomes daqueles que estão na frente desta Batalha. Todos os médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares e elementos que compõem o Sistema Nacional de Saúde merecem, agora e sempre, o nosso respeito, admiração e confiança. Obrigada a todos.

Por Teresa Aranha

.