Não há soluções, há caminhos: 19 de junho

“Apanhar por tabela!” Esta expressão é interessante e faz pensar. Há sempre efeitos secundários, e quando tomamos remédios queremos saber quais são. Mas na vida, com o que dizemos e fazemos, podemos esquecer os efeitos negativos que isso possa ter em terceiros. Há muito sofrimento por coisas com que não se teve nada a ver, mas de que, por tabela, se foi vítima. Na família, no emprego, na sociedade há muita gente a apanhar por tabela.
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS
365 vezes por ano não perguntes porquê, mas para quê.

.