Não há soluções, há caminhos: 23 de agosto

Olhar cada dia para o tempo e para as experiências vividas. Não tanto para as castigar, nem para as lamentar, mas para tomar consciência e saborear com calma tudo o que foi construtivo, tudo o que foi dom, tudo o que foi oportunidade de encontro, de conhecimento, de relação. É por aí que passa a vida!
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS
365 vezes por ano não perguntes porquê, mas para quê.

.