João Gomes: “Temos mais de 100 diferentes línguas gestuais no mundo”

João Gomes explicou a importância da Língua Gestual Portuguesa para
a população do concelho de Almeirim, a decisão de instalar uma sede na cidade de Almeirim e realçou sobre o projeto “Wearable Braille SOS”.

Em que parte de Almeirim vai ser instalada a sede de línguas gestuais?
O nossa equipa de federação mundial das línguas gestuais terá sede na Lezíria Labs em Almeirim.

Vão tentar estar mais próximos da comunidade almeirinense?
Sim, a Federação mundial das línguas gestuais dará o curso de língua
gestual portuguesa e apoio pessoas a cegas “ouvintes” e surdas-cegas no
concelho de Almeirim.

Se sim, como?
A Federação Mundial das Línguas Gestuais quer uma forte colaboração
para com a comunidade intermunicipal da lezíria do tejo.

Na sua opinião, porque é que a língua gestual é importante para a população?
Qualquer funcionário público ou qualquer cidadão poderá aprender
no curso de língua gestual portuguesa, até na sala de Lezíria Labs para melhorar a acessibilidade e eliminar as barreiras de comunicação
entre comunidade ouvinte e comunidade surda.

Devia a língua gestual ser ensinada nas escolas?
Sim, qualquer escola e câmara, entre outros.

Como se sentiu ao descobrir que a Federação Mundial das Línguas
Gestuais venceu a nomeação do prémio WSA?

Senti orgulho e contente também. Já ganhei três vezes prémios em 2019 e 2020. A APDC avisou-me e fiquei surpreso com o meu produto wearable braille SOS foi nomeação do prémio WSA em Portugal.

Na sua opinião, a língua gestual é mais ou menos falada em Portugal?
Temos mais 100 diferentes línguas gestuais em todo o mundo e também língua gestual portuguesa.

De onde surgiu a ideia para o dispositivo?
Eu paguei o registo de obras literárias e artísticas na IGAC em 2017. Eu
sou o autor de direito e também sou 100% Propriedade Intelectual para
Wearable Braille SOS.

Se o dispositivo for para venda, como pensam em divulgar não
só em Portugal mas pelo resto do mundo?

O meu projeto doação “wearable braille SOS” é para pessoas cegas e
surdas-cegas. E também é importante para divulgar informação para
todo o mundo.

.