Jorge Costa: “Toda esta gestão exige o nosso melhor”

Os Bombeiros Voluntários de Almeirim são outros dos rostos que ajudam no combate à pandemia da Covid-19 que continua a alastrar pelo concelho de Almeirim. Jorge Costa, Comandante dos bombeiros, afirmou que a pandemia trouxe exigências físicas e emocionais extremas aos bombeiros e que a Covid-19 mostrou aos bombeiros “a nossa vulnerabilidade, a ameaça constante que vivemos, mas também enquanto profissionais de emergência a nossa resiliência face a esta adversidade.

No entanto, o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Almeirim admitiu que a resposta dos bombeiros aos casos suspeitos da Covid-19 acontece todos os dias dentro como fora do concelho de Almeirim. Os bombeiros também ajudam no transporte e assistência aos doentes de Covid-19.
“Temos equipas de bombeiros que asseguram a assistência à vacinação nos lares e casas de acolhimento em estreita
colaboração com as autoridades de saúde assim como à vacinação da população”, explicou Jorge Costa orgulhoso do
trabalho dos bombeiros no combate à pandemia.

Apesar da ajuda no combate, Jorge Costa sabe que existem bombeiros que foram contaminados com a pandemia o
que, segundo a mesma fonte, obrigou a serem realizadas ações para responder às necessidades de resposta dos serviços das cooperações de bombeiros.

O Comandante sabe que os bombeiros também podem contrair a Covid-19, mas que os Bombeiros Voluntários de Almeirim não apresentaram nenhum caso de Covid-19 e seguem todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS). Aos bombeiros “também são realizados testes com alguma periocidade em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Almeirim e o Centro de Saúde de Almeirim”. Apesar das dificuldades, o 13 de fevereiro de 2021 ficará marcado na vida dos Bombeiros Voluntários de Almeirim, pois foi o dia em que começou a distribuição da primeira dose aos bombeiros do concelho de Almeirim.

“Tivemos de reorganizarmo-nos, ninguém ficou indiferente (…)”

Jorge Costa sabe que a pandemia é um dos principais problemas da vida da população do concelho de Almeirim e que
com a pandemia, tiveram que pensar numa maneira de ajudar toda a gente e é aí que os bombeiros entram: “Tivemos
de reorganizarmo-nos, ninguém ficou indiferente mas houve necessidade de procurar proteger os que estariam numa condição mais vulnerável, substituir os que tiveram de prestar assistência à família, os profissionais do setor da saúde
que viram a sua disponibilidade ficar cada vez mais reduzida, os que tiveram em quarentena, seguir todas as recomendações, adaptar escalas de serviço, horários, reforçar as necessidades de resposta, criar estratégias (pausa). Toda esta gestão exige o nosso melhor”.

O Comandante dos Bombeiros Voluntários de Almeirim não deixou de afirmar que a pandemia não é o único problema que o corpo de bombeiros tem de resolver e ajudar em situações como incêndios, acidentes e inundações.

“(…) têm estado sempre presentes com mensagens de incentivo ao trabalho e a realização por nós, assim como à entrega de pequenas «grandes» lembranças”

Mesmo com as dificuldades, Jorge Costa contou que os bombeiros têm recebido ajudas de empresas, organizações
e da própria população do concelho: “Alguns grupos de pessoas têm estado sempre presentes com mensagens de
incentivo ao trabalho que é realização por nós, assim como à entrega de pequenas «grandes» lembranças”.

Jorge Costa afirma que a pandemia mudou na questão de nível pessoal, familiar, profissional e social da vida de todos os bombeiros, mas que estão já preparados para as novas ameaças. O Comandante deixou uma mensagem de
agradecimento às pessoas que fazem a diferença.

.