Novo Estado!

Iremos iniciar um novo período de “Estado de Contingência” a partir de hoje, e com ele ocorre-me a ideia, clara e simples, de tomar o caminho mais fácil para continuar a “des”governar o País. Apesar disso, admito, que com o início de um novo ano lectivo, esta é uma situação delicada e com um grau de gestão mais elevado que o normal. Claro que sabendo de tudo isto, e muito mais que não vêm a público, os “des”governantes optaram por ir de férias e “resolverem” as necessidades de tomar medidas por meio de um “Estado de Contingência”, face ao início do novo ano escolar e regresso de férias.

Depois, e para distrair a população, vão lançando outros temas/assuntos,
criando assim “nevoeiro”, e conseguindo fazer passar as suas directrizes socialistas/marxistas de controlo e dependência absoluta e total do Estado. Um sonho de todo e qualquer ditador.

Estes “pequenos líderes”, que se têm disseminado por todo o País, fazendo exercer o seu controlo por autarquias, institutos, associações e demais órgãos de gestão e governação. Esta teia tem sido, mantida e reforçada, de forma continua para permitir o controlo.

Agora, isso só foi e é permitido por aqueles que se descartam do seu dever cívico, votar! Estes, por norma, também são os primeiros a dizerem que tem direitos, e não se preocupando da mesma forma com os seus deveres.

Esta atitude, permitiu e continua a permitir que, aqueles que poucas capacidades têm para o mercado de trabalho, se aproveitem, e assim afastam os bons gestores e políticos.

No dia de cada eleição, o poder de decisão está no punho de cada um! Não
deixem os outros decidirem por vós!

João Vinagre
CDS Almeirim

Opinião publicada na edição de 15 de setembro

.