Residente em Almeirim internado com tuberculose

Um homem foi internado no Hospital Distrital de Santarém depois de ter sido detetado com tuberculose. A informação foi confirmada a O ALMEIRINENSE pelas autoridades de saúde que acrescentaram que foi “efectuado o rastreio aos seus coabitantes.”

O homem de meia idade trabalha na agricultura e será de origem asiática.

A tuberculose é uma doença infecciosa e prevenível causada pelo Mycobacterium tuberculosis complex, também conhecido como bacilo de Koch. É uma doença grave, mas curável, adianta o Sistema Nacional de Saúde.

Os sintomas da tuberculose são: tosse persistente há mais de duas semanas cansaço emagrecimento suores noturnos aumento da temperatura corporal ao final do dia (febrícula vespertina) .

A tuberculose transmite-se principalmente por via aérea através da inalação de gotículas, expelidas pela pessoa doente quando tosse, fala ou espirra. Ao inalar o ar com bacilos, estes vão depositar-se nos pulmões. Apenas 10% das pessoas infetadas desenvolvem a doença, sendo este risco superior nas populações imunocomprometidas, nomeadamente crianças pequenas, pessoas infetadas com o vírus de imunodeficiência humana (VIH) ou a fazer medicação imunossupressora.

A tuberculose pode ser parcialmente prevenida e evitada. Se teve contacto com um doente com tuberculose deve fazer o rastreio. Dirija-se ao seu centro de saúde e fale com um profissional. Poderá ter ainda indicação para tratamento preventivo. As pessoas em risco, nomeadamente os contactos próximos de doentes com tuberculose respiratória, devem fazer o rastreio de tuberculose, que consiste numa avaliação clínica, radiografia pulmonar, teste tuberculínico e/ou teste IGRA. O tratamento preventivo consiste num esquema de medicação com isoniazida que pode durar 6/9 meses, ou em esquemas mais curtos de que são exemplo 3 meses de isoniazida e rifampicina ou, em casos particulares, 4 meses de rifampicina.

.