Não há soluções, há caminhos: 1 de setembro

“Humor com amor se paga”. Parece haver qualquer engano nesta frase, mas não. Quando se trata do verdadeiro humor, de uma compreensão crítica, de uma observação que faz ressaltar o relativo e nos rende à humildade do que somos, a resposta só pode ser também um olhar que aceita com ternura. Sabemos é pouco o que é o humor. Sabemos melhor o que é a ironia e o cinismo.
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS
365 vezes por ano não perguntes porquê, mas para quê.

.