Não há soluções, há caminhos: 15 de dezembro

É frequente ouvir dizer que se deve apostar nesta pessoa ou nesta causa, que os compromissos são compromissos. E, contudo, quando chega a hora da dificuldade ou quando aparecem outros interesses e seduções, larga-se tudo, quase como se nada fosse. Só sei verdadeiramente o grau de importância que alguém tem para mim, pela qualidade do sacrifício que faço por essa pessoa.
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS
365 vezes por ano não perguntes porquê, mas para quê.

.