Não há soluções, há caminhos: 5 fevereiro

A vida humana desenvolve-se e cresce pela forma mais ou menos profunda e equilibrada com que nos movemos nas duas grandes linhas que já apontava Freud, o eixo das obrigações e dos compromissos e o eixo do prazer ou do gratuito. O primeiro eixo vai das obrigações com a família à responsabilidade no mundo do trabalho ou da sociedade. Dois pés! O eixo do prazer vai do nosso clube ou igreja aos pequenos grupos de amigos de infância ou de café. Mais dois pés! Se falta um deles ou de está mal vivido a pessoa anda coxa.
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.