Que Democracia

Dúvidas não as tenham, pois estamos a ficar com uma sociedade de prioridades invertidas. Defende-se os animais, uns mais que outros, mas já os outros seres humanos, esses podem-se defender.

A sociedade, ou pelo menos uma parte dela, aquela que “rasga as vestes” para defender alguns animais, como se viu recentemente com as atitudes sobre os acontecimentos num canil. Esta é mesma que não nutre qualquer “emoção” pelos animais que sejam o sustento de famílias ou de empresas, sejam familiares ou não. Li numa notícia de um jornal nacional, que no mesmo incêndio houve um pastor que perdeu cerca de 100 animais, mas ninguém se preocupou, ninguém (destes “defensores” de animais) foi auxiliar.

Dúvidas não as tenham, pois o controlo e subversão dos que tem opinião diferente, quer seja através dos meios de comunicação, quer seja por “favores” ou “ameaças”, quer seja nas redes sociais, ou quer seja mesmo, só opinar com outra pessoa e que seja ouvido por terceiros.

Isto é visível nos vários níveis de governação mas a Assembleia da República, na passada semana, deu mais um passo atrás na democracia (que tantos apregoam), pois após mais de uma década de escrutínio quinzenal das actividades do governo, esta passou a trimestral. Não só é péssima e errada ideia, como ainda foi validada pelo PSD!

Mas também é bem visível no tipo de notícias e da forma como elas são exibidas. Abre-se um noticiário com “histórias” de má gestão governamental ou bancária, com incêndio num canil, mas com a perda de vida de um bombeiro… ah! , essa pode ser depois!

Dúvidas não as tenham, pois estamos a caminhar, seriamente, para um regime socialista/comunista! Daqueles que tão “bons resultados” deu em Cuba, Coreia do Norte e mais recentemente, na Venezuela! Agradeço àqueles que não se revêem nisto, mas ainda assim não vão votar!

João Vinagre
CDS Almeirim

.