Ano atípico

Este ano 2020 foi sem sombra de dúvida um dos anos mais atípicos e inesperados vividos na nossa sociedade, sendo certo que já tinha existido alguns avisos por parte de alguns especialistas na matéria que tal acontecimento iria acabar por existir nada foi feito para o precaver.

E isto deve de todo ser um alerta para o que devemos esperar para o nosso futuro, onde de certo mais vírus como este do SARS-COV-2 venham a voltar a aparecer. Com esta pandemia devemos todos nós fazer uma reflexão do que andamos a fazer na nossa vida, e com isto devemos pensar em aproveitar os dias da forma que mais gostamos, não deixar nada para fazer, pois não sabemos se poderemos voltar a ter essa oportunidade.

O ano que aí vem, 2021, será um ano com algum relevo, em diversos sentidos. Prevê-se a chegada da vacina e espera-se que consigamos voltar a uma normalidade a que estamos mais habituados. Em termos políticos teremos as eleições presidenciais onde se espera a reeleição do Presidente Marcelo, e teremos em outubro as eleições autárquicas, o órgão mais importante para a vida dos concelhos, e estas últimas terão sem dúvidas a sua novidade devido a pandemia que se vive.

Findando, sendo este o último artigo deste ano, aproveito para desejar a todos os leitores os votos de um Feliz e Santo Natal e um Próspero Ano Novo, em segurança e seguindo as normas da Direção Geral de Saúde.

Joaquim Gomes
PS Almeirim

Artigo de opinião publicado na edição de 15 de dezembro de 2020

.