Consumo de água no Ribatejo coloca abastecimento em risco

As elevadas temperaturas que esta semana vão atingir mais de 40 graus no Ribatejo fazem disparar o aumento do consumo de água e colocam o abastecimento de água em risco.

Sobre o aumento da temperatura e do risco máximo de incêndios e seca, a empresa Águas do Ribatejo aconselha a população do concelho de Almeirim a eliminar “o uso supérfluo da água da rede pública e abastecimento, tratada para o consumo humano e restrinja o consumo ao estritamente necessário”. A empresa também pede aos almeirinenses que evitem tarefas como regar, lavar pátios, telhados, passeios, ruas ou carros e também de encher piscinas ou tanques.

A empresa Águas do Ribatejo declara que parar com o consumo excessivo de água ajuda a “uma maior disponibilidade nas suas reservas de abastecimento para dar resposta às solicitações do combate a incêndios” que estão a atingir a região. A mesma fonte admite que estas medidas não vão colocar em causa “o abastecimento público de água em zonas onde as populações são tendencialmente idosas e mais sujeitas a problemas de saúde em ondas de calor”.

A empresa também afirma que reforçaram campanhas de sensibilização a consumidores comerciais, domésticos e industriais com o objetivo de apelar ao consumo responsável e moderado de água para evitar constrangimentos e falhas no abastecimento.

Mariana Cortez

.